Cachorro se recusa a abandonar menino de nove anos de idade que sofre de autismo

QUER AJUDAR OS ANIMAIS? ENTÃO ACOMPANHE O ADMINISTRADOR DO SITE PARA RECEBER INFORMAÇÕES, BASTA CLICAR EM “ACOMPANHAR”!

James Isaac, da Nova Zelândia, tem apenas nove anos de idade e sofre autismo. Por ter dificuldades para se socializar, o menino possui Mahe, um cão de assistência emocional que ele conheceu há dois anos e meio atrás. O animal é seu melhor e mais leal amigo, com quem ele pode contar 24 horas por dia, pois se recusa a sair de seu lado. Mesmo quando James precisou passar por ressonâncias magnéticas, por causa de suas constantes convulsões, os médicos permitiram que Mahe estivesse presente durante o exame.

Enquanto James era colocado na máquina, Mahe o confortava e o ajudava a se manter calmo, isso só por se aconchegar perto do garoto. A cena era tão comovente que os pais registraram o momento em que Mahe foi pego olhando para James de forma protetora, enquanto o garoto estava sob o efeito de anestesia geral, ou deitado junto com ele na cama do hospital

Cachorro menino autista 2

De acordo com Michelle, mãe de James, sair com ele costumava ser uma tarefa muito difícil, até que conheceu o cachorro. “Nós não podíamos ir a um café com a família. James ficava muito ansioso e queria sair imediatamente, mas quando Mahe chegou, James apenas sentava lá e nos esperava terminar o café”, disse ela em entrevista a Stuff.com.nz.

Cachorro menino autista 3

O cachorro foi treinado durante seis meses pela Assistance Dogs New Zealand Trust, que ajuda crianças com autismo e diversas outras deficiências, incluindo paralisia cerebral. Os cães são ensinados para distrair as crianças e alarmar os familiares caso exista algo errado elas. Além disso, são treinados para rastrear pessoas e objetos desaparecidos. De acordo com Wendy Isaacs, gerente de desenvolvimento de financiamento da empresa, “há uma certa magia entre a relação de crianças com autismo e cães, porque eles simplesmente conseguem acalmá-las”, disse. “Essas crianças conseguem manter contato visual com o cão, mas muitas das vezes, não conseguem fazer isso com os próprios pais ou irmãos”, completou.

Cachorro menino autista 4

Você pode gostar...

1 Resultado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.