Tatuador troca ração por tatuagem em ação beneficente em Belém (PA)

Já pensou em ajudar um animal abandonado e ainda ganhar uma tatuagem? Foi com essa ideia e muita solidariedade que o tatuador Sidney Fernandes, conhecido como Magal Tatoo, irá promover no próximo dia 27, em Belém (PA), a campanha “Ajude um pet e ganhe uma tatoo”. Ação ‘Ajude um pet e ganhe uma tatoo’ será realizada no próximo dia 27. Interessados devem levar 15 kg de ração ou o valor simbólico de R$ 50.

Tatuador troca ração por tatuagem em ação beneficente em Belém (PA)

Magal vai fazer os desenhos na pele das pessoas em troca de ração, que será doada para os animais assistidos pelo projeto “Peludinhos da UFPA”. “Tenho um gato e um cachorro e não gosto que ninguém maltrate os animais. Se todo mundo fizesse um pouco, ajudaria bastante”, afirma Sidney.

Os interessados devem levar 15 quilos de ração para cães ou gatos ou o valor simbólico de R$ 50. As tatuagens terão desenhos de gato ou cachorro, como patinhas, ossinho, o nome do animal e devem medir 7 centímetros de comprimento. O tempo médio para fazer a tatoo é de 15 minutos.

Tatuador troca ração por tatuagem em ação beneficente em Belém (PA) 2Magal é tatuador há 17 anos e desde 2015 resolveu colocar a sua arte à disposição dos que precisam de ajuda. A primeira ação social feita por ele foi voltada para ajudar mulheres que tiveram câncer de mama e passaram por mastectomia e reconstrução mamária.

“Fiz de graça a auréola das mulheres. Muitas delas choravam ao ver o trabalho. Havia muitas pessoas humildes que queriam fazer, mas achavam caro. Por conta do problema, muitas mulheres inclusive não ficavam nuas na frente do marido há 10 anos”, conta. A inspiração para ajudar os pets surgiu após uma viagem. Desde que começou a divulgar a ação, mais de 400 pessoas já o procuraram para participar.

Serviço

Ação ‘Ajude um pet e ganhe uma tatoo’, dia 27 de março de 2016, das 8 às 18h (por ordem de chegada, na travessa 9 de janeiro, 1104, entre José Malcher e Magalhães Barata, em Belém. Mais informações pelo telefone (91) 3226-7114.

Fonte: G1

Você pode gostar...